Entrevista Prof. Dr. Roberto Kochen - Situação nas Pontes da Marginal Tietê - Fevereiro/2020


Pouco mais de um ano após a Prefeitura de São Paulo contratar um serviço de vistoria em 21 pontes e viadutos da capital paulista, um alerta do Instituto de Engenharia (IE) feito nesta sexta-feira (31) aponta que as Pontes da Vila Maria e das Bandeiras, na Marginal Tietê, precisam de atenção e reparos da administração municipal.


Pelos critérios da prefeitura, as duas pontes apresentaram necessidade de obras urgentes (com licitação) e não emergenciais (mais rápidas e sem licitação). No entanto, segundo o Roberto Kochen, diretor de Infraestrutura e Habitat do IE, essas duas pontes apresentam deformações e problemas de infiltração que podem se agravar.


Na Ponte da Vila Maria, na Zona Norte, Roberto Kochen diz que é preciso obras para reparos em vigas deformadas. “Essa ponte tem uma situação que requer atenção, porque os caminhões passando por baixo quebraram o concreto da parte de baixo da viga da ponte e a armação de aço ficou exposta e algumas até deformadas. Isso não é bom. Aliás, tem que fazer um reparo, uma manutenção e refazer essa viga do jeito que ela era”, alerta o engenheiro.


Para Roberto Kochen, a Ponte das Bandeiras, também na Zona Norte, enfrenta problemas de infiltração e carbonatação. “As manchas brancas que a gente vê [na ponte] são sinais de infiltração e carbonatação, aparentemente, esse caso não apresenta um risco estrutural. Mas, de qualquer forma, precisa de uma manutenção pra que o problema não se agrave”, afirma o diretor do IE.


Matéria e vídeo originais: https://g1.globo.com/sp/sao-paulo/noticia/2020/01/31/pontes-da-vila-maria-e-das-bandeiras-na-marginal-tiete-precisam-de-reparos-urgentes-diz-instituto-de-engenharia.ghtml